sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Deve ter a barriga a doer de tanto rir



O ministro das Finanças passa a controlar todos os Ministérios de modo a evitar derrapagens este ano, segundo a edição semanal do Expresso, antecipada para esta sexta-feira por causa das eleições presidenciais.
O ministro das Finanças passa a controlar todos os Ministérios com o objectivo de evitar derrapagens este ano, segundo a edição semanal do Expresso, antecipada para esta sexta-feira por causa das eleições presidenciais.

A Lei da execução orçamental, aprovada ontem, vai obrigar ministros a prestar contas todos os meses, refere o jornal.

Trinta de sete anos depois das chaimites saírem à rua, o pior ministro das finanças da Europa acabou por cair na real, dar a mão à palmatória e fazer o que sempre se soube que era necessário mas que passou a ser "proibido" porque era assim que se fazia no tempo da outra senhora: tirar o cartão de crédito à criançada.

Uma das medidas mais importantes na Economia portuguesa nas últimas 4 décadas - se realmente chegar a ser efectivada.

Foi preciso o país estar em vésperas de falência, de andarmos a pedir caridade a chineses, árabes e timorenses para comprarem a nossa dívida.

3 comentários:

Gi disse...

Extraordinário!

António Vidal Reis disse...

Será que o ministro das finanças aspira a ser o novo Presidente do Conselho?

Paulo Lisboa disse...

Extraordinário! Finalmente os xuxas ciaram na real e ganharam algum juízo...